Sul-Americano Dia #01: Peixoto e revezamentos brilham no primeiro dia; Nado Artístico na briga

Brasil conquistou três medalhas de ouro no primeiro dia de competição

Sul-Americano Dia #01: Peixoto e revezamentos brilham no primeiro dia; Nado Artístico na briga
Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
16/03/2021 0 132

(Buenos Aires, Argentina, 16 de março de 2021) O Brasil deu início a sua trajetória no Campeonato Sul-Americano de Esportes Aquáticos com sete medalhas (três de ouro, duas de prata e duas de bronze). A competição é realizada no Parque Olímpico da Juventude, em Buenos Aires, na Argentina.


+ Confira a galeria de fotos dos brasileiros


Lucas Peixoto conquistou a primeira medalha de ouro para o Brasil no Campeonato Sul-Americano de maneira espetacular. De volta ao Parque Olímpico da Juventude, onde foi um dos destaques da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos da Juventude de 2018, ele nadou os 100m livre para 49s36 e inaugurou o “placar” das medalhas de ouro para o Brasil no torneio.


“Estou muito feliz. Foi uma prova que me deixou bastante satisfeito. Claro que eu gostaria de ter feito um tempo um pouco melhor, mas estou muito feliz e satisfeito. Essa medalha vai pata a minha família e para meu clube também”, falou o campeão.


Nos revezamentos, o Brasil sobrou. O feminino, formado por Rafaela Raurich, Giulia Chicon, Fernanda Andrade e Sofia Rondel nadou para 8m15s35 – mais de cinco segundos à frente da Argentina (8m20s71). No masculino, formado por Murilo Sartori, Pablo Vieira, Gustavo Saldo e Lucas Peixoto, mais uma vitória: 7m24s32.



Natação


A competição de Natação começou com o Brasil em todas as finais da noite. Um dos mais jovens da delegação, Eduardo Moraes abriu a porteira para as medalhas do Brasil com a prata nos 800m livre com a marca de 8m08s90.


“É uma felicidade muito grande. Estamos passando por um momento muito difícil, com pandemia, com adaptações. Meu objetivo era fazer o índice para a Seletiva Olímpica e eu consegui. Minha primeira medalha em Sul-Americano absoluto de maneira muito especial”, falou.



Nos 200m medley, mais uma prata para o Brasil. Fernanda Celidonio conquistou a primeira medalhas para a natação feminina no torneio com 2m16s93. Na mesma prova, Maria Luiza Pessanha terminou em quarto (2m19s49). Na mesma prova, mas para os homens, Vinicius Assunção conquistou o bronze com 2m03s99.


“Eu gostei bastante da minha prova. Queria fazer um tempo um pouco abaixo do que consegui, mas estou muito feliz com essa medalha de prata”, falou Fernanda.


Nado Artístico


O Nado Artístico no Sul-Americano é dividido entre rotinas livres e técnicas. A seleção campeã é aquela que somar o maior número de pontos nas duas rotinas. No solo técnico, o Brasil, com Julia Catharino, está na segunda colocação com 78.7802 PONTOS. Na equipe, a apresentação brasileira somou 77.2923 pontos e está na briga por medalhas. As rotinas livres serão na quinta-feira.


As disputas do Sul-Americano continuam nesta quarta-feira, com as provas de Natação começando às 9h30 (de Brasília) e finais às 18h30. O Brasil no Nado Artístico terá apresentações às 13h e às 15h05.


Medalhas


Estas foram as sete primeiras medalhas do Brasil na competição. Até agora, são sete de ouro, uma de prata e duas de bronze.


Agenda do Brasil


Natação


400m medley


100m costas


200m peito


200m livre


50m borboleta


Revezamento 4x100m medley


Nado Artístico


Dueto (Rotina Técnica)


Dueto Misto (Rotina Técnica)


Combo


Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!