Sul-Americano Dia #04: Brasil encerra Natação como líder do quadro de medalhas

Ao todo, foram 11 medalhas de ouro, 11 de prata e 14 de bronze

Sul-Americano Dia #04: Brasil encerra Natação como líder do quadro de medalhas
Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
19/03/2021 0 262

(Buenos Aires, Argentina, 19 de março de 2021) A Natação e o Nado Artístico tiveram, nesta sexta-feira (19), suas últimas provas. O Brasil conquistou mais oito medalhas e encerrou a Natação como líder do quadro da modalidade com 11 medalhas de ouro, 11 de prata e 14 de bronze.


+ Veja a galeria de fotos da Natação 


Nesta sexta-feira, a Natação conquistou mais quatro ouros para o Brasil. Eleito o senhor de Sipan (melhor índice técnico da competição), Lucas Peixoto conquistou a medalha de ouro nos 50m livre – empatado com o venezuelano Alberto Vivas e o uruguaio Enzo Scarpe.


“Foi uma competição muito legal. Estou muito feliz com as minhas conquistas aqui. Conquistar esse índice técnico e ser eleito o Senhor de Siphan, que é uma condecoração histórica, me deixa bem animado para a Seletiva Olímpica que vai ser no mês que vem”, falou Lucas.



O grande destaque da noite, porém, foi Rafaela Raurich. A paranaense conquistou a medalha de ouro nos 200m borboleta e, em seguida, voltou à piscina para arrematar a prata nos 400m livre.


“Foi bem cansativo. O intervalo entre as provas foi bem curto, mas estou muito satisfeita com o meu desempenho aqui em Buenos Aires. A prova de 200m borboleta foi bem legal, gostei bastante da maneira que nadei. Depois, nos 400m, senti um pouco o cansaço, mas consegui essa medalha muito importante para o Brasil”, falou Rafaela Raurich.


O Brasil terminou a competição com a vice-colocação geral. 


Nado Artístico


O dia foi de medalhas também no Nado Artístico. No dueto formado por Luísa Borges e Laura Miccuci, que está em preparação para o Pré-Olímpico, o Brasil somou 162.4857 pontos apenas 0.4332 atrás da Colômbia para conquistar a prata. O bronze ficou com a Argentina.


“O nosso maior objetivo, claro, é o Pré-Olímpico. Gostaríamos muito de ter conquistado a medalha de ouro e termos vencido. Esse resultado não nos deixa satisfeitas, mas com certeza nos dá ainda mais motivação para treinar e conquistar nossa vaga”, disse Luísa Borges.



O dueto misto, formado por Anna Giulia Veloso e Fabiano Ferreira, terminou com a pontuação de 146.1865 e na terceira colocação. A disputa que fechou o Nado Artístico no Sul-Americano foi o highlight. O Brasil conquistou mais uma medalha de prata.


O Nado Artístico encerra a competição com uma medalha de ouro, quatro de prata e uma de bronze.


Natação


Veja os resultados completos da Natação


200m borboleta                  


Rafaela Raurich – 2m14s19 – ouro


Maria Luiza Pessanha – 2m15s51 – bronze


Gustavo Saldo – 1m58s76 - ouro


Pedro Cristo – 2m02s86 – 7º


50m livre


Mariana Figueiredo – 26s58 – 7º


Lucas Peixoto – 22s44 – ouro


Victor Alcará – 22s66 – 4º


400m livre


Rafaela Raurich – 4m17s32 – prata


Sofia Rondel – 4m19s53 – 4º


Murilo Sartori – 3m54s24 – ouro


Pablo Vieira – 3m54s46 - prata


Revezamento 4x100m medley misto – 3m56s83 – bronze


Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!