CBDA recebe Certidão de Registro Cadastral da Secretaria Especial do Esporte

Certidão comprova cumprimento dos artigos 18 e 18-A da Lei 9615/98, conhecida como Lei Pelé

CBDA recebe Certidão de Registro Cadastral da Secretaria Especial do Esporte
Foto: Reprodução
27/04/2021 0 66

(Rio de Janeiro, 27 de abril de 2021) A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos recebeu, nesta terça-feira (27), a Certificação de Registro Cadastral que comprova o cumprimento dos artigos 18 e 18-A da Lei 9615/98, conhecida como Lei Pelé. Com isso, a entidade passa a ter acesso a recursos públicos, além de isenção do IRPJ e da CSLL.


Para obter a Certidão de Registro Cadastral, a CBDA precisou comprovar à Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania, que possui altos índices de governança e compliance, transparência ativa, gestão democrática, autonomia e viabilidade financeira e a participação ativa de atletas.


“É importante lembrar que, desde que chegamos à entidade, em setembro de 2019, estamos quitando dívidas, ajustando orçamentos e tudo isso com a total transparência dos fatos. A sociedade já está enxergando isso. A certificação é mais uma prova de que nosso trabalho é muito bem feito”, disse o presidente da CBDA, Luiz Fernando Coelho.


A Certidão de Registro Cadastral é mais um reconhecimento de boa gestão para a CBDA. No início deste ano, a entidade foi eleita a confederação olímpica mais transparente do Brasil de acordo com o ranking elaborado pelo Gestão em Jogo em parceria com a Liga de Administração Esportiva do Ibmec SP.


A governança e a transparência da CBDA também foram bem avaliadas pelo Programa de Gestão, Ética e Transparência do Comitê Olímpico do Brasil. Em 2019, a CBDA foi classificada como a 31ª confederação nacional entre as 32 que participam da avaliação. Em 2020, depois de todas as mudanças propostas pela nova diretoria da CBDA, os esportes aquáticos subiram para a 21ª colocação e com nota de 7,87.


"É mais um degrau que subimos em busca do saneamento total da entidade, com o esforço de toda a nossa equipe", acrescentou o vice-presidente Renato Cordani.


Ao todo, são 19 meses contínuos de divulgação de relatórios financeiros da CBDA para toda e qualquer pessoa que acesse ao Portal da Transparência da entidade. Essa foi uma das primeiras medidas implementadas pela diretoria.


Para chegar a este equilíbrio, a CBDA precisou passar por mudanças drásticas de 2019 até hoje. Dos 11 diretores da CBDA, dez são voluntários. Além da direção, o voluntariado também conta com Luiz Fernando Coelho, presidente, e Renato Cordani, vice-presidente da Confederação, além do medalhista olímpico Djan Madruga, responsável pela Bolsa Estácio, e por Sofia Sigrist, auxiliar de modalidades. Veja aqui o organograma.


Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!