Kawan Pereira vai à final, termina em 10º e entra para história dos Saltos do Brasil

Jovem de 19 anos foi o primeiro brasileiro a ir à uma final olímpica na plataforma

Kawan Pereira vai à final, termina em 10º e entra para história dos Saltos do Brasil
Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
07/08/2021 0 157

(Tóquio, Japão, 7 de agosto de 2021) Kawan Pereira, atleta da seleção brasileira de Saltos Ornamentais, entrou para a história da modalidade. Neste sábado (7), ele terminou a disputa de plataforma na 10ª colocação- a melhor de um brasileiro na prova na história olímpica.


Kawan superou o nervosismo da estreia e, mesmo não conseguindo encaixar alguns saltos, passou á semifinal na 17ª colocação. 


“Fiquei um pouco nervoso sim. Achei que não fosse ficar, mas são os Jogos Olímpicos né? Até um pouco normal. Acredito que amanhã vai ser muito melhor”, falou Kawan, após a eliminatória nesta sexta-feira.


A semifinal, de fato, foi melhor. Mais seguro e confiante, Kawan conseguiu ser consistente e desempenhar muito bem sua sequência de saltos para fazer história: 400.40 pontos e vaga na final.


“Hoje eu estava mais relaxado. Tive acompanhamento com psicólogo e fiz o que a gente combinou. Estou com sentimento de dever cumprido e que pude fazer história aqui em Tóquio”, disse logo depois de conquistar a vaga na final.


Na disputa decisia, deixou mais dois adversários para trás e finalizou sua participação na 10ª colocação com 392.85 pontos. 


Com a final de Kawan, os Time Aquático do Brasil termina a participação nos Jogos Olímpicos de maneira histórica. Foram três medalhas (uma de ouro e duas de bronze) e sete finais alcançadas nos três esportes que fomos representados em Tóquio.


Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!