Com quatro medalhas e Kawan como destaque, Brasil tem campanha histórica no Mundial Jr de Saltos

Esta foi a melhor campanha da história do Brasil em Mundiais Jr de Saltos

Com quatro medalhas e Kawan como destaque, Brasil tem campanha histórica no Mundial Jr de Saltos
Foto: Divulgação
11/12/2021 0 369

(Rio de Janeiro, 10 de dezembro de 2021) O Brasil encerrou, na última quinta-feira (9), sua participação no Campeonato Mundial Junior de Saltos Ornamentais, que foi realizado em Kiev, na Ucrânia. Com quatro medalhas, esta foi a melhor participação do Brasil na história da competição. Kawan Pereira foi o grande destaque da delegação.


O Brasil voltou a conquistar uma medalha depois de 19 anos, a mesma idade do principal destaque da delegação brasileira. Kawan competiu em quatro provas e voltou com quatro medalhas: ouro no trampolim de 3m e três bronzes (trampolim de 1m, plataforma e plataforma sincronizada ao lado de Diogo Silva).


“Isso nos mostra que estamos no caminho certo para colocar os Saltos Ornamentais entre os melhores do mundo. Agora é voltar para casa e trabalhar ainda mais para que, além do Kawan, tenhamos mais atletas subindo ao pódio e representando muito bem o Brasil”, disse Hugo Parisi, chefe de equipe da seleção brasileira e responsável, ao lado de Ubirajara Barbosa, pela medalha conquistada em 2002.



Os Saltos Ornamentais do Brasil, de fato, alcançaram resultados históricos em 2021. Além das quatro medalhas em Kiev, os atletas brasileiros conquistaram medalhas em Grand Prix, obtiveram quatro vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio e, com Kawan Pereira, fizeram uma final inédita na plataforma.


“Trabalhamos muito para que estivéssemos neste patamar. É claro que ainda estamos longe de uma potência como a China, mas estamos mostrando que temos força no cenário internacional. Com a continuidade deste trabalho e ídolos sendo formados como o Kawan, podemos ter uma nova geração que vai chegar forte em Paris e Los Angeles”, explicou Ricardo Moreira, presidente da Saltos Brasil e diretor de Saltos Ornamentais da CBDA.



Os frutos colhidos nesta temporada foram plantados há cerca de sete anos no Centro de Excelência de Brasília criado em parceria com a Secretaria Especial do Esporte. Todos os atletas que foram ao Mundial Jr e aos Jogos Pan-Americanos Jr são oriundos do projeto de Brasília.  


“Temos uma parceria de longa data com a UNB de Brasília e com a Secretaria Especial de Esporte, por meio do Ministério da Cidadania. É, também, graças a este projeto que temos hoje atletas representando o Brasil com excelência”, completou Ricardo.


A temporada pode ficar ainda melhor. Na próxima semana, três atletas brasileiros estarão no Festival Aquático da Fina para representar o Brasil nos Saltos Ornamentais. Além deles, duas saltadoras participarão do evento no High Diving. No Brasil, ainda será realizado o Troféu Brasil e a Copinha Brasil.  


Publicado pela Plataforma SGE da Bigmidia - Gestão Esportiva com Tecnologia

A Plataforma SGE é um Sistema de Gestão Esportiva desenvolvido para Confederações e Federações Esportivas. Saiba tudo sobre o funcionamento de um sistema de gestão esportiva e conheça melhor o SGE!